Social Items

Lenda do Caipora em vídeo para o Projeto Folclore

Caipora - Lenda Folclórica Brasileira
Imagem do site Turma do Folclore
Todos os anos sinto que não se dá tanta atenção à lenda da Caipora comparada às outras lendas folclóricas como: Saci, Curupira, Iara, Boto.

Fiquei pensando se era por conta das versões que envolvem cachaça e fumo como presentes para este personagem folclórico protetor da floresta e conclui que esta pode ser uma das razões.

Então, resolvi pesquisar uma boa lenda do Caipora que atendesse aos anseios dos professores e tivesse uma linguagem infantil.

Como os tempos mudaram e sempre existe uma boa alma ressignificando histórias minha procura não foi em vão.

Encontrei esta lenda da Caipora que coloco abaixo em vídeo incorporado do Canal Turma do Folclore.

No mesmo canal você pode encontrar outras lendas e no site Turma do Folclore outros materiais incríveis para seu projeto Folclore

Caipora - Lenda Folclórica Brasileira

Lendas brasileiras - história  da IARA

Texto Domínio Público de Monteiro Lobato para o Projeto Folclore

Lendas brasileiras - história  da IARA

— Vamos à cachoeira onde mora a Iara — disse. — Essa rainha das águas costuma aparecer sobre as pedras nas noites de lua. É muito possível que possamos surpreendê-la a pentear os seus lindos cabelos verdes com o pente de ouro que usa.
— Dizem que é criatura muito perigosa — murmurou Pedrinho.
— Perigosíssima — declarou o saci. — Todo cuidado é pouco. A beleza da Iara dói tanto na vista dos homens que os cega e os puxa para o fundo d’água. A Iara tem a mesma beleza venenosa das sereias. Você vai fazer tudo direitinho como eu mandar. Do contrário, era uma vez o neto de Dona Benta!...
Pedrinho prometeu obedecer cegamente. Andaram, andaram, andaram. Por fim chegaram a uma grande cachoeira cujo ruído já vinham ouvindo de longe.
— É ali — disse o perneta, apontando. — É ali que ela costuma vir pentear-se ao luar. Mas você não pode vê-la. Tem de ficar bem quietinho, escondido aqui atrás desta pedra e sem licença de pôr os olhos na Iara. Se não fizer assim, há de arrepender-se amargamente. O menos que poderá acontecer é ficar cego.
Pedrinho prometeu, e de medo de não cumprir o prometido foi logo tapando os olhos com as mãos.
O saci partiu, saltando de pedra em pedra, para logo desaparecer por entre as moitas de samambaias e begônias silvestres.
Vendo-se só, Pedrinho arrependeu-se de haver prometido conservar-se de olhos fechados. Já tinha visto o Lobisomem, o Caipora, o Curupira, a Cuca. Por que não havia de ver a Iara também? O que diziam do poder fatal dos seus encantos certamente que era exagero. Além disso, poderia usar um recurso: espiar com um olho só. O gosto de contar a toda gente que tinha visto a famosa Iara valia bem um olho.
Assim pensando, e não podendo por mais tempo resistir à tentação, fez como o saci: foi pulando de pedra em pedra, seguindo o mesmo caminho por ele seguido.
Súbito, estacou, como fulminado pelo raio. Ao galgar uma pedra mais alta do que as outras, viu, a cinqüenta metros de distância, uma ninfa de deslumbrante beleza, em repouso numa pedra verde de limo, a pentear com um pente de ouro os longos cabelos verdes cor do mar. Mirava-se no espelho das águas, que naquele ponto formavam uma bacia de superfície parada. Em torno dela centenas de vaga-lumes descreviam círculos no ar; eram a coroa viva da rainha das águas. Jóia bela assim, pensou Pedrinho, nenhuma rainha da terra jamais possuiu. A tonteira que a vista da Iara causa nos mortais tomou conta dele. Esqueceu até do seu plano de olhar com um olho só. Olhava com os dois, arregaladíssimos, e cem olhos que tivesse, com todos os cem olharia.
Enquanto isso, ia o saci se aproximando da Mãe-d’Água, cautelosamente, com infinitos de astúcia para que ela nada percebesse. Quando chegou a poucos metros de distância, deu um pulo de gato e nhoque! Furtou-lhe um fio de cabelo.
O susto da Iara foi grande. Desferiu um grito e precipitou-se nas águas, desaparecendo.
O saci não esperou por mais. Com espantosa agilidade de macaco, aos pinotes, saltando as pedras de duas em duas, de três em três, num momento se achou no ponto onde Pedrinho, ainda no deslumbramento da beleza, jazia de olhos arregalados, imóvel, feito uma estátua.
— Louco! — exclamou o saci, lançando-se a ele e esfregando-lhe nos olhos um punhado de folhas colhidas no momento.
— Não fosse o acaso ter posto aqui ao meu alcance esta planta maravilhosa e você estaria perdido para sempre. Louco, dez vezes louco, louquíssimo que você é, Pedrinho! Por que me desobedeceu?
— Não pude resistir — respondeu o menino logo que a fala lhe voltou. — Era tão linda, tão linda, tão linda, que me considerei feliz de perder até os dois olhos em troca do encantamento de contemplá-la por uns segundos.
— Pois saiba que cometeu uma grande falta. Não devia pensar unicamente em si, mas também na pobre Dona Benta, que é tão boa, e na sua mãe e em Narizinho. Eu, apesar de um simples saci, tenho melhor cabeça do que você, pelo que estou vendo...
Aquelas palavras calaram no menino, que nada teve a dizer, achando que realmente o saci tinha toda razão.
— Bem — continuou o duendezinho — agora que o perigo já passou, tratemos de voltar à caverna da Cuca. E depressa, antes que amanheça. Lembre-se que prometemos a Dona Benta estar no sítio com a menina sumida logo ao romper da manhã.

















Lenda da IARA

Música, letra e vídeo para o  dia dos pais

Uma das melhores formas de desejar um  FELIZ DIA DOS PAIS  é através da música. A que escolhemos hoje tem uma mensagem maravilhosa que os papais vão amar.

Claro que ...
Música, letra e vídeo para o  dia dos paisPara as escolas que ainda comemoram o  dia dos pais e tem salas onde todos os alunos têm seus pais presentes ou para mães ajudarem as crianças a homenagear seus papais em casa.


RECOMENDAMOS: História DIA DOS PAIS 

Música para desejar  FELIZ DIA DOS PAIS   que muitos adultos vão recordar e voltar à infância e que as crianças desta geração vão aprender a amar




Música Feliz Dia dos Pais 2019

Jogo educativo infantil-Alfabetização  com material concreto 


Atividade para trabalhar vogais, consoantes, formação de palavras, associação palavra figura e desenvolvimento do movimento de pinça.

Jogo educativo infantil-Alfabetização  com material concreto

Você vai precisar de: palitos de picolé, prendedores de roupa e canetinha. Desenhe a figura e escreva as consoantes no palito(deixe espaço entre as consoantes ). E escreva as vogais nos prendedores de roupas.
Jogo educativo infantil-Alfabetização  com material concreto
Por fim ensine as crianças como brincar com o recurso. Elas deverão descobrir quais vogais completam a palavra e colocar os prendedores corretamente.
Veja ilustração


 Gostou????
COMENTE

Jogo educativo para 5 e 6 anos

Seleção de adivinhas divertidas para o Projeto Folclore

O que são adivinhas folclóricas?
As adivinhas, também conhecidas como adivinhações ou "o que é, o que é" são perguntas em formato de charadas desafiadoras que fazem as pessoas pensar e se divertir. São criadas pelas pessoas e fazem parte da cultura popular e do folclore brasileiro. FONTE: Sua pesquisa
Como as crianças são apaixonadas por adivinhas elas não podem ficar de fora do Projeto Folclore 
Adivinhas divertidas para o Projeto Folclore

Então criamos esta seleção de adivinhas para se divertir com sua turma em jogos folclóricos.

O que é, o que é... Tem escama mas não é peixe, tem coroa mas não é rei?
Resposta: Abacaxi

O que é, o que é... Um mundo verde onde a terra é vermelha e os habitantes são pretos? Resposta: Melancia

O que é, o que é...
Que não se come, mas é bom para se comer? Resposta: Colher

O que é , o que é... que se parece com qualquer pessoa e ela não é?
RESPOSTA: Fotografia.

O que é , o que é... que se parece com qualquer pessoa e ela não é?
RESPOSTA: Fotografia.

O que é , o que é... que cai e continua de pé?
RESPOSTA: Gato

O que é, o que é ... Que dá a volta na casa sem se mexer? Resposta: A parede

O que é, o que é ..Que bebe pelos pés?
Resposta: A árvore
O que é, o que é... Que a areia da praia disse para o mar? Resposta: Deixe de onda

Deixe sua sugestão de adivinhas nos comentários.


Folclore- Adivinhas para sala de aula

Folclore- Duelo de Parlendas e trava-línguas

Que tal fazer um recital de trava-línguas e parlendas com seus alunos?

As crianças realmente amam parlendas e trava-línguas . Além de super divertidas elas são excelentes para alfabetizar os pequenos.

Então, vamos fazer um duelo?


Esta atividade lúdica de FOLCLORE foi proposta pela professora Célia brito no site Portal do professor MEC

Parlendas e trava-línguas - Atividade LúdicaProponha um duelo de trava-línguas.

Divida a turma em dois ou mais grupos. Cada grupo recebe alguns trava-línguas e treina, num tempo estipulado pelo professor, para recitá-los. Ao término do tempo, o professor começa o desafio: um grupo apresenta ao outro o trava-língua.
Combine que a leitura deve ser em voz alta e terá que vencer as dificuldades da pronúncia. Cada grupo terá três chances para pronunciar corretamente o trava-língua.

FONTE: PORTAL DO PROFESSOR

Vence o grupo que melhor recitar o trava-língua.

Gato escondido
Com rabo de fora
Tá mais escondido
Que rabo escondido
Com gato de fora


Olha o sapo dentro do saco,
O saco com o sapo dentro,
O sapo batendo papo
E o papo do sapo soltando vento.


Dorme o GATO
Corre o RATO
E foge o PATO

 Cala a boca!
– Cala a boca já morreu
– Quem manda em você sou eu!

A vaca malhada foi molhada por outra vaca molhada e malhada.

O rato roeu a roupa do rei de Roma.

Pinga a pia apara o prato, pia o pinto e mia o gato.

Três pratos de trigo para três tigres tristes

Espero que você curta e compartilhe a ideia

Parlendas e trava-línguas - Atividade Lúdica

 5 parlendas e trava-línguas infantis ilustrados para imprimir

Selecionei 5 parlendas pequenas maravilhosas para alfabetização e ilustrei para que possamos criar o mural da turma e incentivar as crianças a criarem outras parlendas ilustradas.
Deixamos também as parlendas escritas para copiar e criar atividades no word ou outro programa.



Parlendas Ilustradas para imprimir
 A CASINHA DA VOVÓ
CERCADINHA DE CIPÓ.
O CAFÉ ESTÁ DEMORANDO
COM CERTEZA NÃO TEM PÓ
Parlendas Ilustradas para imprimir


Olha o sapo dentro do saco,
o saco com o sapo dentro
o sapo batendo papo
e o papo soltando vento.

RECOMENDADO PARA VOCÊ: Aprenda a fazer um sapo com peças de Tangram 
Parlendas Ilustradas para imprimir

Era uma bruxa
À meia-noite
Num castelo mal-assombrado
com uma faca na mão...
Passando manteiga no pão
Passando manteiga no pão!


Parlendas Ilustradas para imprimir

Gato escondido com rabo de fora
Tá mais escondido que
Rabo escondido 
com gato de fora

Parlendas Ilustradas para imprimir


PERU, PERU GLÚ, GLÚ
QUEM TE DEU ESTE BICO?
FOI A FADA DA FLORESTA
VOU BICAR A TUA TESTA

Espero que goste!

Parlendas Ilustradas para imprimir

Parlendas pequenas para alfabetizar 

Parlendas para alfabetizarCansado(a) de utilizar todo ano as mesmas parlendas?
Temos uma dica maravilhosa para você inovar nas suas aulas do projeto Folclore.
Acompanhe o post para ver parlendas pequenas e novinhas.


RECOMENDADO PARA VOCÊ: Planos de aula Contos Acumulativos

É o livro Parlenda, Lenda, Lenda de Maria Hilda De J. Alão.

Um livro super divertido com um preço que cabe no bolso de qualquer professor amante de nosso Folclore.

Abaixo você pode ver a sinopse do Google Books ( autorizada pela autora) e na página 23 fazer a leitura de algumas parlendas novas maravilhosas.

 

Parlendas Novas para Alfabetização

 Festas Juninas - textos para Ensino fundamental


Selecionei alguns texto sobre Festas Juninas que você pode usar para elaborar as avaliações ou para atividades de interpretação. 

Dois deles desconheço a autoria. Então, se você souber , por favor, informe.
 Festas Juninas - textos para Ensino fundamental
Espero que sejam úteis


Texto 1: 

     Junho é tempo de Festa Junina, de arraiá, forró e muita comida gostosa. O tempo frio é um convite para as brincadeiras e danças.
        As Festas Juninas são marcadas pelas homenagens aos santos do mês (Santo Antônio, São João e São Pedro), pelos jogos, diversões usos e costumes.
        As principais brincadeiras são: correio-elegante, pau-de-sebo, pescaria, cabra-cega, bingo, árvore surpresa, tomba-lata, tiro-ao-alvo, boca-do-palhaço, etc.
         Nestas festas há: fogueira, para assar pinhão e batata-doce. As comidas são deliciosas e as bebidas bem quentes para espantar o frio. Dentre elas: amendoim, pipoca, arroz-doce, bolo-de-fubá, batata-doce, canjica, pinhão, quentão, vinho-quente e outras gostosuras.
        Na dança da quadrilha, todos os casais vestidos com roupas caipira e chapéu de palha na cabeça.
Essas festas acontecem em vários lugares: quintais das casas, nas ruas, nas igrejas, nas escolas e outros lugares.
      As Festas Juninas se mantém vivas através das tradições do povo brasileiro e devemos guardar com carinho.
                                                                              
Texto 2: 

Festa Junina



          Junho é tempo de festa junina, de arraiá, de forró e muita comida gostosa. O tempo frio é um convite para as brincadeiras e danças.
          As festas juninas fazem homenagem aos santos do mês (Santo Antonio, São João e São Pedro) e têm muitos jogos, diversões, usos., costumes e tradições.
        Santo Antonio é comemorado no dia 13 de junho. É considerado o santo casamenteiro e ajuda a achar objetos perdidos.
        São João é comemorado no dia 24 de junho. Também ajuda as moças a encontrar um marido.
        São Pedro é comemorado no dia 29 de junho. Ele encerra as festas do mês de junho e é protetor das mulheres viúvas.
        Nessas festas acontecem muitas brincadeiras,como: correio elegante, pau de sebo, pescaria, cadeia, entre outras.
        As comidas são deliciosas e as bebidas bem quentes para espantar o frio. Dentre elas: amendoim torrado, batata doce assada, bolo de fubá, canjica, cocada, pé-de-moleque, pipoca, milho, quentão e vinho quente.
       A tradição das Festas Juninas se mantém através do uso de costumes, onde o vestido bem rodado, o chapéu, a quadrilha, a fogueira, os fogos e a linda e alegre decoração de bandeirinhas coloridas não podem faltar.

Texto 3: 

   "A noite estava fria. O céu cheio de estrelas curiosas. Todas olhavam para a casa de Isabel. Queriam ser as primeiras a ver o nascimento do menino que ia nascer. Os grilos da redondeza organizavam um coral e só se ouvia cri-cri-cri-cri.
     O mês era de junho. O dia, 24!
     Foi nessa noite fria, cheia de estrelas e grilos, que João nasceu.
      Zacarias e sua esposa estavam felicíssimos. Os vizinhos e parentes também estavam alegres.
Mas nomeio de tanta felicidade, surgiu uma preocupação:
- Zacarias, disse Isabel, minha prima Maria, não sabe que Joãozinho nasceu. Como vou avisá-la?
    Não havia telefone naquele tempo. Nem telégrafo. Nem correio.
     Então acenderam uma fogueira e levantaram um mastro ali perto.
    Nossa Senhora que morava muito longe, viu a claridade e adivinhou:
- Garanto que o filho de Isabel nasceu.
   Esperou o dia amanhecer. Arrumou uns presentes e montou num camelo. Ia visitar sua prima Isabel e dar-lhe os parabéns. E sabe de uma coisa? Ainda hoje o povo acende fogueira na noite de São João.”
                                                                                                 Célia Passos e Zeneide Silva.

Textos sobre Festas Juninas para Ensino Fundamental

Atividade Festas Juninas Vegetação para o 4º ano

Nesta atividade vamos verificar a aprendizagem das crianças em relação ao conteúdo VEGETAÇÃO.
  • O que é vegetação
  • Tipo de vegetação predominante no NORDESTE brasileiro
  • Identificação da vegetação predominante na região em que  a criança reside
  • Pesquisa sobre antas típicas da caatinga

Atividade Geografia 4º ano Vegetação
Esta é apenas uma atividade de registro que pode ser inserida no seu plano de aula
Problematize e abra debate sobre como conservar a vegetação e quais ações levam à destruição dos biomas como caatinga e outros.

Área: Ciências humanas
Componente curricular: Geografia
Unidade temática: Natureza, ambientes e qualidade de vida
Objetos de Conhecimento: Conservação e degradação da natureza
Habilidade proposta- (EF04GE11)

Conteúdo para turmas de 4º ano
Baixe, imprima e utilize com sua turma

Boa aula

    Atividade Geografia 4º ano Vegetação

    Convite festas juninas na escola pra imprimir grátis.

    Criamos especialmente para você professor(a) convite para festas juninas editáveis.

    O material esta disponível para baixar em Power point onde você poderá utilizar as  caixas de texto e preencher com nome de sua escola, data e local do evento.


    Convite festas juninas na escola pra imprimir grátis.

                                                             BAIXE O ARQUIVO AGORA


    Esperamos que este modelo de convite de festas juninas seja útil  e adotado por sua escola.


    VEJA MAIS: MÚSICAS INFANTIS PARA QUADRILHA JUNINA
                         
                           CAPAS PARA AVALIAÇÕES FESTAS JUNINAS

    Convite festas juninas .


    5 músicas infantis para festas juninas na escola

    Está cansado(a) de procurar músicas juninas e não encontrar muitas opções para quadrilha infantil?

    Pode parar de procurar, pois nós já encontramos para você.

    São 5 músicas selecionadas que as crianças vão amar!

    No CD O melhor da Festas de São João da Banda Plinta você encontra:

    DANÇA DO BALANCÊ 
    Iê-iô
    Festa caipira
    Chegou a hora da fogueira 
    Toca Sanfoneiro

    O melhor de tudo é que você encontra no canal da gravadora todas essas músicas.

    Show, né?

    Tem outras músicas para indicar? Escreve nos comentários

    Músicas infantis para quadrilha junina

    Postagens mais antigas Página inicial

    Recomendado para você!