SP: Sem garantia de vacina, o sindicato de professores não descarta greve.

 SP: Sem garantia de vacina, o sindicato de professores não descarta greve.

Para sindicato, não tem possibilidade de retornar sem que professores sejam incluídos no grupo prioritário da vacina.

Sindicato que representa os docentes da rede estadual de São Paulo, a Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial de SP) não descarta a possibilidade de greve dos professores caso as aulas sejam retomadas de maneira presencial em 2021 sem que eles sejam incluídos no grupo prioritário da vacinação contra a covid-19 pelo governo João Doria (PSDB).

SP: Sem garantia de vacina, o sindicato de professores não descarta greve.
SP -Sem garantia de vacina, o sindicato de professores não descarta greve

"Vai ter que todo mundo ir para a sala de aula para entender que é um ambiente de aglomeração. Sala fechada é perigoso." 

Maria Izabel Noronha (PT-SP), presidente da Apeoesp.

"Precisamos de segurança, a gente tem que ter uma vacina. É preciso colocar os trabalhadores da educação na primeira fase [de vacinação], junto com os servidores da saúde", diz a deputada Maria Izabel Noronha (PT-SP), presidente do sindicato.

VEJA REPORTAGEM COMPLETA NO SITE UOL.

Postar um comentário

Deixe seu comentário (0)

Postagem Anterior Próxima Postagem